VITÓRIA DO BOM SENSO

A APCDEC esteve discutindo e dialogando com as entidades máximas do nosso futebol, sobre a questão do credenciamento de repórteres e fotógrafos para os jogos realizados no Estado do Ceará.

1reuniaoEm importante reunião entre FCF, APCDEC E ABRACE, tudo ficou acertado para que nenhum problema de acesso ao campo aconteça. Ficam valendo, conforme a Lei Pelé, as carteiras das entidades de cronistas, que por sua vez, enviarão as informações necessárias para a FCF e CBF.

No último dia 18, o vice-presidente Alano Maia esteve na sede da CBF, acompanhado pelo presidente da ABRACE, Aderson Maia, em proveitoso encontro com o diretor de competições da CBF , Manuel Flores, e com o responsável pelo cadastramento de cronistas, JB Telles.

Depois de boas argumentações, ficou acertado que a APCDEC vai ser responsável por todo o processo de credenciamento, colaborando diretamente com a FCF, para o bom funcionamento nos jogos aqui no Ceará.

Segundo o presidente da APCDEC, Edilson Alves, valeu a luta e o empenho de todos para assegurar o direito da crônica esportiva. O presidente da FCF, Dr. Mauro Carmélio não poupou esforços para que esse acordo fosse selado, bem como foi de fundamental importância o apoio do vice-presidente da FCF, Eudes Bringel.

Importante!

A partir de hoje, os coordenadores de esportes dos diversos veículos de comunicação devem mandar a listagem dos repórteres que vão trabalhar em cada jogo para credenciamentoapcdec@gmail.com

LEI Nº 12.395, DE 16 DE MARÇO DE 2011.

Presidência da República

Casa Civil

Subchefia para Assuntos Jurídicos

LEI Nº 12.395, DE 16 DE MARÇO DE 2011.

“Art. 90-F.  Os profissionais credenciados pelas Associações de Cronistas Esportivos quando em serviço têm acesso a praças, estádios e ginásios desportivos em todo o território nacional, obrigando-se a ocupar locais a eles reservados pelas respectivas entidades de administração do desporto.”

Brasília, 16 de março de 2011; 190o da Independência e 123o da República.

DILMA ROUSSEFF
José Eduardo Cardozo
Guido Mantega
Miriam Belchior
Orlando Silva  de Jesus Júnior
Luis Inácio Lucena Adams

Obs:  1 – A lei estabelece que quem CREDENCIA  é a Associação de Cronistas Esportivos e não há credenciamento antecipado e nem limitação de número de profissionais.

            2 – O que estão pretendendo fazer é obedecer as solicitações de um canal de televisão que quer imitar o Copo dos Campeões da Europa.

            3 – A APCDEC fará uma reunião amanhã, dia 4, com o presidente da FCF e com o presidente da ABRACE para tentar resolver essa truculência que querem nos impor sem embasamento legal e sem conhecimento de causa. Caso não seja revolvida, entraremos na Justiça Federal querendo o cumprimento da Lei em epígrafe.

            4 – A nossa orientação é que nenhum cronista filiado a APCDEC se submeta a tal arbitrariedade. A Federação ao se dirigir diretamente ao cronista demostra a frágil competência de negociar com a entidade representativa da classe. Não há motivos, nem base legal para a imposição do credenciamento antecipado.

            5 – As Federações do Rio Grande do Sul e de Pernambuco tentaram impor o mesmo que estão pretendo aqui no Ceará e foram derrotadas na justiça.

Saudações Esportivas

Jornalista/Radialista Edilson Alves

Presidente da APCDEC