AUDIÊNCIA DEBATE CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS CRONISTAS ESPORTIVOS

A escolha de Fortaleza como sub-sede da Copa de 2014 fez surgir a preocupação com a qualificação de profissionais para atuar no evento. Dentre eles, estão os cronistas esportivos, profissionais responsáveis por informações rápidas, objetivas e de qualidade sobre o dia a dia do esporte. Audiência pública realizada hoje, 4, na Câmara Municipal reuniu diversos representantes da categoria para debater o assunto.

Para Eliane Novais (PSB), propositora do evento, os cronistas esportivos terão grande relevância na Copa. “Eles têm um papel importantíssimo neste evento e principalmente na expansão do esporte.”

O presidente da Associação de Profissionais da Crônica Desportiva do Estado do Ceará (APCDEC), José Edilson Alves, destacou que a audiência, além de discutir o assunto, seria importante espaço para a buscar de parceria com o Poder Público para melhorar as condições de trabalho dos cronistas.

CURSOS – Eliane informou que, em reunião com a secretária do Turismo de Fortaleza, Patrícia Aguiar, conseguiu o compromisso do órgão de atender à demanda dos cronistas esportivos por cursos de línguas. Um dos encaminhamentos da audiência foi, exatamente, marcar nova reunião com a secretária para formalizar a parceria.

Outra demanda, exposta por Edilson, é a necessidade de os cronistas terem maior intimidade com a informática, em especial com a Internet. A busca por uma parceira para qualificar os profissionais nessas áreas também entrou na lista de encaminhamentos do evento. Adiantando-se, ele sugeriu que a Federação Cearense de Futebol (FCF) e a APCDEC firmem parceria para proporcionar esse tipo de qualificação.

Durante o debate, o cronista esportivo Danilo Queiroz, da rádio Globo Fortaleza, expôs outra demanda: a categoria não recebe salário, embora, segundo ele, haja um piso salarial. O presidente da APCDEC esclareceu que as empresas de comunicação não estabelecem vínculo empregatício com cronistas. Segundo ele, isso ocorre em todo o Brasil. “Podemos mudar isso – embora seja quase impossível – quando retirarmos as emissoras das mãos de políticos.”

audiencia pública 04-12-09 cam_fortaleza 2 Também estiveram presentes na audiência os vereadores Iraguassú Teixeira (PDT), Paulo Facó (PTdoB) e Leonelzinho Alencar (PTdoB).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *